23 de junho de 2012

por muito tempo tudo que eu queria era um motivo pra pensar no que passou com mais ternura. mas as coisas insistiam em ser meio amargas, justo pra mim, que sempre tive tanto apego à doçura. e logo eu, que cresci fantasiando uma vida em tons pastéis e catando poesia que nem existia nas esquinas dos sentimentos difíceis, volta e meia ainda me flagro à sombra boba de alguns não acontecimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário