7 de junho de 2012

é estranho se dar conta de tanta coisa de uma só vez. faz a gente se sentir meio bobo, meio cínico, em meio a esse palco de camufla-esquece-esconde-distrai. me foram necessários sentimentos muito extremos para que enfim eu despertasse para as coisas mais elementares. só então me dei conta de que entre o que sou e o que penso ser existe uma distância enorme que ainda me escapa. provavelmente sempre me escapará. 

Um comentário:

  1. Engraçado, também tenho tentado falar com o meu elemento essencial, com o que me significa. E também me sinto distante disso. E quero que o elementar pare de escorrer pelos meus dedos e venha pra minha mão. Mas por ora ele também me escapa.

    ResponderExcluir