21 de janeiro de 2015

20 de janeiro de 2015

há muito não sou capaz de falar de amor
e há muito.
palavra entulhada na sua garganta
mas parece que quem engasgou
fui eu