17 de outubro de 2011

não sei o que fazer com tanta falta

de ar. de fome. de assunto. de sono. de cor. de vontade. de fé. de sentido.

estou tão cansada dessas dores ecoando em meus vazios, que pouco me importam as voltas por cima. ando à caça, mesmo, é de uma saída de emergência qualquer.

Um comentário:

  1. estamos sós e nenhum de nós sabe onde vai parar / estamos vivos sem motivos, mas que motivos temos para estar??? / atrás de palavras escondidas nas entrelinhas do horizonte dessa highway... silenciosa highway

    ResponderExcluir