10 de julho de 2012

e todo aquele gostar contido, sentimento enviezado e cheio de pudores em se firmar completo, serviu para que enfim eu chegasse aos dias de hoje convencida de que em se tratando de amor, economia é uma baita estupidez; pra entender em definitivo que o gostar se multiplica quanto mais a gente doa e se aprofunda na medida inversa de cautelas descabidas. sou partidária dos amores declarados. 

2 comentários: