30 de abril de 2012

estranho me flagar quase cometendo um velho erro e achar bastante graça. ao final do dia a lição que fica é que, por mais que ainda esteja sujeita aos mesmos riscos, eu já não sou a mesma. e mesmo que algumas situações me soem familiares, os instrumentos que hoje carrego para lidar com elas são completamente outros. estou mais atenta, preparada e muito mais convicta do que não quero para mim. isso é bem saudável e me poupa uma energia enorme.



Um comentário:

  1. esta é uma das grandes belezas do passar do tempo e das rugas que começam a surgir...

    ResponderExcluir