2 de maio de 2012

putz, enganei mais um. ou me enganei mais uma vez. ou nenhum dos dois. pode ser que no fundo tudo faça parte de um jogo meio cínico de fingir que convenço um alguém que finge que acredita. e no fim das contas não tem mesmo como dar muito errado, já que ninguém espera muita coisa e não fizemos nenhum tipo de promessa.

mas talvez tenha esquecido de te dizer umas coisas bem importantes: que quase nunca uso esses saltos, por exemplo. tampouco essas unhas vermelhas. que o que me fez voltar, na verdade, foi a sua esquisitice, mas ela me lembrou tanto um outro alguém, que precisei me afastar de novo. esqueci de dizer, afinal, que não estou disposta. definitivamente. é que doeu demais da última vez e eu ainda preciso remendar alguns cacos do meu ser quebrado, antes de me permitir arriscar outra vez. e outra. e quantas mais forem necessárias. um dia - mas não hoje. definitivamente.

2 comentários:

  1. Eu me enganei mais uma vez. Recolher escombros anda virando praxe no meu peito pouco frequentado. Peito que às vezes não percebe que boa parte de quem se aproxima costuma parar na periferia.

    ResponderExcluir
  2. Vc é muito corajosa...gosto da honestidade que tem com vc mesma....me pego muitas vezes a ponto de perceber todas essas coisas e nunca sei bem o que fazer...

    ResponderExcluir