24 de outubro de 2011

então essa corrida desenfreada pelo ter e essa sede insaciável pelo ser buscam preencher um mesmo vazio?!

Um comentário:

  1. Eis uma pergunta verdadeiramente pós-moderna! E a resposta, se existe, não pode ser simples. Para a achar, ou simplesmente caminhar nessa direcção, talvez nos devêssemos debruçar menos sobre os sintomas (o ser e o ter) e mais sobre o problema (o vazio).

    ResponderExcluir