27 de outubro de 2011

notei que, na maioria das vezes, as minhas maiores angústias surgem justamente quando tenho que suportar algum peso mal compreendido. perceber com mais nitidez os contornos da minha dor, apesar de não aliviar, me dá uma certa dose de serenidade.


(o peso eu até arranjo jeito de carregar, mas a incompreensão me consome...)   

2 comentários: