27 de março de 2012

cara, você fez um rombo no meu peito.

e eu ainda tinha tanta coisa pra dizer, pra dividir, tanta vontade de aprender, de construir, de te fazer feliz. eu ainda tinha tanta coisa bonita aqui dentro, tantos planos, tantas intenções de felicidade, tanta crença em amanhãs a dois. eu ainda tinha brilho nos olhos, borboletas na barriga e aperto de saudade. ainda queria a sua rotina, o seu peso, o seu cansaço. eu continuava precisando tanto de você, da sua bondade, do seu estar comigo. eu queria tanto acelerar o passo, alcançar seu momento, fazer companhia à sua solidão. eu continuava  querendo oferecer meu colo, aplacar seus medos e ensaiar contigo um existir em paz.

eu ainda  tinha vontade, tinha fôlego e uma porção grande de paciência. só o que eu precisava para me convencer de que fazia todo sentido continuar tentando, era o seu amor. amor sólido. mesmo que fosse sóbrio (como você). mesmo que fosse confuso, cheio de percalços, defeitos e dificuldades (como você). que não fosse incondicional, que não fosse sem limites, mas que, por favor, fosse;  inquestionavelmente, fosse. 

no fim das contas, isso que faltou. entre todo (o tanto) que me foi dito, foram justo essas as palavras que lhe fugiram. em nosso último diálogo você relegou às entrelinhas toda a parte doce do que a gente tinha, me deixando apenas informações amargas para digerir sozinha. e foi assim que acabou, para mim. vazia do principal, carregada de todo o inútil e doloroso resto.

4 comentários:

  1. Não vim retribuir. Só ler e gostar.
    Coisa bonita, hein?
    :)

    ResponderExcluir
  2. e nós duas vivendo as mesmas fases em diferentes cantos do mundo. o terminar das histórias sem ponto final é com certeza o maior dos abismos. mas o melhor é a certeza que diante do abismo ainda se pode escolher e ntre o vôo, a queda e a passagem.

    ResponderExcluir
  3. Doi, com um estúpida desesperança, quando ficamos vazios do principal. Estou solidário, querida Juliana.

    ResponderExcluir
  4. Ai, ai fiotita... sem palavras. Mas deixo minha amizade, meu carinho, meus ouvidos, minha atenção como um pouco de conforto. =)

    ResponderExcluir