20 de novembro de 2012

não são raras as vezes em que me reconheço em outro alguém, não por aquilo que temos em comum, mas pelo tanto que igualmente nos falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário