3 de maio de 2014

descobri tarde:
aquele lugar que era nosso
pertencia a ninguém, na verdade.

[ contemplando uma fotografia que eu não tirei, mas bem podia ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário