25 de janeiro de 2012

antes de ir embora ele me fez pensar algumas coisas bem pequenas acerca de mim. a partir de então corri a me trancar fora do mundo, dando especial desatenção àqueles que mais amava. era puro medo, sabe? medo de que essas outras pessoas importantes que me restavam, de repente, se dessem conta das minhas incompletudes e também desistissem de mim, bem no meio do caminho.  

Um comentário:

  1. Juliana,o bom é saber que há gente que sabe das nossas imcompletudes, como disse, e ainda assim não nos abandona.
    Bons passos. Um abraço.

    ResponderExcluir