1 de novembro de 2013

houve um tempo em que amor não era palavra de luxo. bem lembro. eu mesma, já tive três pra a vida inteira. não tenho mais.

2 comentários:

  1. A brevidade de palavras, uma barragem que reúne toda a força e coloca o sentimento contido, saindo por um pequeno espaço, mas com tamanha intensidade que aquele rápido e fino jato de água gera energia, rápidos e finos versos a gerar energia. Gosto por demais do teu trabalho. Tudo de bom.

    ResponderExcluir
  2. As vezes me pego pensando a mesma coisa. Mas que nada, a vida é feita de encontros, desencontros e reencontros. Ou pelo menos gosto de acreditar que seja assim.

    ResponderExcluir