5 de março de 2013


tem dias em que tudo o que eu queria
era existir assim:

rouca,
louca,
solta,

sem nenhuma gravidade
- ou pouca.

2 comentários:

  1. "um mundo sem gravidade
    seus mares suspensos
    em bolhas d’água
    contendo povos e reinos

    um mundo com gravidade
    seus males com o peso
    de histórias reais
    contando guerras e feitos

    num vivemos
    noutro sobrevivemos"

    Fábio Romeiro Gullo

    ResponderExcluir
  2. Muito boas palavras. Gosto de lê-las poetisa.

    ResponderExcluir