20 de janeiro de 2015

há muito não sou capaz de falar de amor
e há muito.
palavra entulhada na sua garganta
mas parece que quem engasgou
fui eu

Um comentário:

  1. Cada ano que passa você escreve melhor e mais forte, falta agora obter teu livro, para poder levar seus poemas onde não pega internet, leva-los para um belo rio, e ler em voz alta. Sempre muito boa a sua literatura. Muito obrigado por escrever.

    ResponderExcluir